BLOGUE DA ORGANIZAÇÃO DA FREGUESIA DE LORDELO DO PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Da leitura dos jornais: Cisco e a cidade tecnológica de Paredes

“A ( …) notícia dava conta da conquista da Cisco (o gigante mundial das redes de computadores) para um mirabolante projecto localizado em Paredes. Garantem os promotores, com a conivência da autarquia e do Governo, que vai nascer ali uma nova cidade altamente tecnonológica, “verde” como se impõe, num investimento que atingirá dez mil milhões de euros. 10 000 000 000! Quantas empresas vão lá estar em 2015? Doze mil dizem eles. Até agora nem um cêntimo dessa fortuna foi desembolsado por nenhum investidor e a Cisco, mais do que investir, propõe-se vender equipamentos e serviços. Muitos. Faz ela bem, é o seu negócio. A Câmara assegura que consegue financiamento para comprar os terrenos. Afinal Portugal é aquele pequeno país onde houve dinheiro para o Magalhães, porque não para isto também? Leiam os comentários que vão surgindo e constate-se como esta visão do paraíso intoxica até mentes habitualmente lúcidas”.
Tiago Azevedo Fernandes (Engenheiro),
JN de 1 de Julho de 2010

2 comentários:

  1. http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/11229047.html#page=3
    Oh João Pedro ...
    A escrever como escreves deves ser o pai da criança ... De tão conhecedor do projecto, deves ter então sido tu a querer implantar a cidade nova no meio da RESERVA NATURA 2000, entre penhascos e veredas do sul do concelho de Paredes, onde nem uma fábrica até hoje se conseguiu instalar ... quanto mais uma cidade! Tão próximo da cidade do Porto, se se tratasse de terrenos adequados a tão grande investimento, há muito estariam ocupados ... Falam do que não sabem, fazem o que não devem. Arrastam consigo pessoas sérias mas incautas que quando abrirem os olhos ... já é tarde! Não custa desbaratar o dinheiro dos outros, principalmente dos ingénuos. É como a anedota do MASTRO DE CEM METROS DE ALTURA, que o Celso Ferreira, presidente dessa autarquia, vai construir em memória da vã glória de mandar ... em época de crise (crise? sustentabilidade? - ele acaba de comprar para a presidência uma bomba BMW de 150 000€ !!!)

    ResponderEliminar
  2. Recentemente no Porto Canal, Celso Ferreira a contragosto lá "esclareceu" que os dez mil milhões de euros era o investimento no prazo de 20 anos....e que incluia o investimento inicial mais o que isso reproduziria...
    Inicialmente seriam "só" 250 milhões de euros... e para desdizer alguém que no futuro possa querer confrontar as promessas de 2010 com a realidade, ele vai dizendo que a Câmara só funciona como promotor-facilitador e não possui estatuto que o possa fazer concorrer com a Catalunha ou a Westephália na captação de investimento externo...
    Eu acredito mais nas capacidades adivinhatórias do polvo

    ResponderEliminar