BLOGUE DA ORGANIZAÇÃO DA FREGUESIA DE LORDELO DO PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Leis do Trabalho - A resposta necessária

(“Operários” – Tarsila do Amaral)

As ordens de Bruxelas e dos “mercados” são claras. O Governo português tem que facilitar os despedimentos e reduzir drasticamente as indemnizações aos trabalhadores despedidos. Esta é, como é sabido, uma das muitas formas de, ao mesmo tempo que “os mercados” vão sangrando a Economia do país, ir instalando cada vez mais fundo o ambiente de terror que permitirá que um trabalhador despedido hoje, aceite daqui a dois meses o mesmo posto de trabalho... mas por metade do salário e, desta vez, ainda com menos garantias, segurança ou direitos.
Infelizmente, vivemos num país em que as “sugestões” de Bruxelas e dos “mercados” são ordens.
Infelizmente, vivemos num país em que quaisquer promessas ou garantias vindas do Governo, indicam, como se tem visto, que vão fazer exatamente o oposto do prometido e garantido.
Assim, quando lemos que o «Governo não vai alterar a lei dos despedimentos», ou a sonsa Ministra do Trabalho dizer que «é precipitado falar em alterações à lei laboral»... devemos esperar o pior e responder-lhes, alto e bom som, dizendo que «mexer nas leis do Trabalho é uma declaração de guerra aos trabalhadores».

Sem comentários:

Enviar um comentário