BLOGUE DA ORGANIZAÇÃO DA FREGUESIA DE LORDELO DO PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Centro de Emprego de Penafiel está entre os quatro piores do país”


Tem mais do dobro da média nacional no que toca a número de desempregados por cada técnico, diz deputado do PCP


“O Centro de Emprego de Penafiel é o quarto pior do país no que toca ao número de desempregados a cargo de cada técnico. No centro penafidelense este rácio é 42 por cento superior ao nacional. “São 2424 desempregados por cada técnico quando a média nacional é de 1156 por técnico”, avançou Honório Novo que visitou, esta segunda-feira, os quatro piores centros de emprego, todos localizados no distrito do Porto. De acordo com o deputado do PCP, a situação é “preocupante” já que coloca cargas de trabalho “inaceitáveis” sobre os técnicos, dificultando também o atendimento dos desempregados. Mas as críticas não ficam por aqui. Honório Novo diz que as instalações do Centro de Emprego de Penafiel são “exíguas, inapropriadas e insuficientes” para atender às necessidades de desemprego que existem na região. Não é por acaso, acreditam os dirigentes do PCP, que no norte do país a taxa de desemprego é superior à nacional: “no país anda à volta dos 11 por cento, enquanto no distrito do Porto a taxa oficial, que fica aquém da realidade, ultrapassa os 13,5 por cento”.


Centro de Emprego deverá receber mais quatro técnicos e ampliar instalações em breve

O deputado do PCP reuniu, na manhã desta segunda-feira, com o director do Centro de Emprego de Penafiel, António Sousa Pinto, para se inteirar da realidade da região. Honório Novo adiantou ao VERDADEIRO OLHAR que este é um dos quatro piores centros de emprego do país, juntamente com os de Amarante, Vila Nova de Gaia e Santo Tirso, todos no distrito do Porto, no que toca ao número de desempregados para cada técnico. “Este rácio está a dificultar a situação dos desempregados e a colocar cargas de trabalho e pressões inaceitáveis sobre os técnicos”, refere o deputado. Sobretudo quando se percebe que os quatro concelhos que este Centro de Emprego serve - Paços de Ferreira, Lousada, Penafiel e Paredes – têm cerca de 16 mil desempregados, acrescenta. Para além da pressão sobre os técnicos o peso sobre as instalações é também preocupante, disse ainda Honório Novo depois da visita. “As instalações actuais são exíguas, inapropriadas e insuficientes para atender às necessidades de desemprego que existem na região. E as políticas económicas e recessivas desencadeadas pelos sucessivos PEC’s e agravadas pela entrada do FMI vão trazer mais austeridade, mais desemprego e mais recessão colocando uma pressão cada vez maior sobre estas instalações”, frisa. Segundo o deputado, Sousa Pinto revelou que estavam em curso várias hipóteses para o alargamento das instalações em Penafiel. Além disso, adianta, ficou prometido que, até ao final do mês de Abril, virão para este centro de emprego mais quatro técnicos. O PCP promete estar atento para ver se isto se verifica.


Verdadeiro Olhar

Sem comentários:

Enviar um comentário