BLOGUE DA ORGANIZAÇÃO DA FREGUESIA DE LORDELO DO PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS

sábado, 8 de outubro de 2011

Assembleia Municipal de Paredes - 5 Outubro 2011

No passado dia 5 de Outubro, feriado municipal, decorreu em Vilela a sessão ordinária da Assembleia Municipal de Paredes. O local da sua realização foi o novo Centro Escolar inaugurado há precisamente 1 ano.

Ajusta-se aqui um comentário prévio, que sem deixar de referir a inequívoca mais valia desse equipamento, assinala a sua disfuncionalidade. Este Verão, algumas das acções educativas foram suspensas pelo facto de alunos e professores se sentirem mal com o calor resultante da exposição directa ao sol das suas salas de aulas. O edifício não cumpre as modernas orientações sobre poupança energética, arriscando ser de futuro, tal como os restantes de Paredes, um study case de desperdício energético e de inadequada construção. Um gigante de vidro e tectos altos.

Quanto á Assembleia Municipal propriamente dita, falou-se do mal estar que grassa nos Presidentes de Junta presentes quanto ao futuro das suas freguesias, sendo que no Livro Verde da Reorganização Administrativa, só Gandra, Rebordosa, Lordelo e Vilela, cumprem os critérios governamentais para se manterem sem agregações. Uma reunião do Executivo com os Presidentes de Junta de Freguesia decorreria no dia seguinte. Os prazos de implementação da reorganização administrativa parecem ser muito curtos, suspeitando-se de um simulacro de discussão pública a mata cavalos…e o PSD apresenta graves fissuras quanto ás soluções propostas.

Falou-se por iniciativa dos eleitos da CDU dos problemas reais, como a necessidade e oportunidade de financiamento comunitário para a rede de água e saneamento, do acampamento cigano, da cidade desportiva, do (des)emprego e estratégias para a empregabilidade, da(s) inútel (eis) empresa(s) municipal (ais) e das parcerias da Câmara com entidades e investidores privadas. O mal estar criado quando se falou de um tal Steve Lewis, o mentor da dita Cidade Inteligente, com mandato de busca por um tribunal de menores nos Estados Unidos, ilustra a longa história no passado de parcerias de Paredes com escroques, embusteiros e vigaristas.

Na Ordem do Dia, surgiu a votação da criação da Agencia de Energia do Tâmega- Sousa, entidade mal definida nos seus propósitos e funcionalidade, e que por isso embora aprovada pela maioria, teve o voto Contra da CDU.

Sem comentários:

Enviar um comentário