BLOGUE DA ORGANIZAÇÃO DA FREGUESIA DE LORDELO DO PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Convocatória Assembleia Municipal de Paredes

Sessão Ordinária, dia 30 de Junho, pelas 14h30

Ordem do dia

1- Relatório de actividades municipais e situação financeira do município
2- Modificação ao orçamento ano 2012 – 1.ª revisão ao orçamento da receita , despesa, PAM e PPI – para discussão e votação
3 – Empréstimo BEI- para discussão e votação
4 – Agência Municipal de Investimentos de Paredes- relatório de gestão consolidado – ano 2011- para discussão e votação
5 – Plano de pagamentos a que se reporta o artigo 16.º da lei 8/2012, de 21 de fevereiro – para discussão e votação
6- Regulamento de acesso ao Parque Empresarial de Paredes em Baltar/Parada - para discussão e votação
7 – Primeira alteração ao Plano de Urbanização de Cete/Parada - para discussão e votação
8 – Sinalização vertical e horizontal nas ruas de Rebolido, Talhô, Alto da Portela e Arcela – freguesia de Gondalães - para discussão e votação
9 – Trânsito no Largo de Santa Águeda, na via de acesso ao cemitério, freguesia de Recarei
10- Trânsito na Avenida das Fontainhas e Rua de Costa Cavada , freguesia de Rebordosa - para discussão e votação
11 – Sinalização vertical em várias vias na freguesia de Vilela - para discussão e votação
12 – Trânsito na Rua da Fábrica na freguesia de Vilela - para discussão e votação

terça-feira, 26 de junho de 2012

Resumo da sessão da Assembleia de Freguesia de Lordelo



Decorreu, ontem, mais uma sessão ordinária da Assembleia de Freguesia de Lordelo.

Miguel Correia, eleito da CDU, lembrou que na sessão de 5 Dezembro 2011 foi aprovada uma moção sobre o problema dos transportes públicos em Lordelo, aprovada por unanimidade. Questionou se, entretanto, havia algum progresso com vista a resolução do problema.
Abordou o problema do acesso ao futuro posto da GNR que se encontra demasiado próximo da levada do Souto, “quase em cima” do bar da Associação Moinho, questionando se o projecto da futura estrada tem em conta este problema. Na esteira desta questão, perguntou ao presidente da Junta de Freguesia se reafirmava que o posto da GNR, em construção, entrará em funcionamento antes do fim do actual mandato.

Sobre o problema dos transportes, o PSD e o Executivo dizem que não há nada a fazer, uma vez que a empresa Auto-Aviação Pacense tem o monopólio da área onde se insere Lordelo. Contudo, dizem que há alguma esperança de resolução do problema se o concelho de Paredes passar a integrar a Área Metropolitana do Porto.

Relativamente ao acesso ao futuro posto da GNR, Joaquim Mota afirmou que o projecto beneficiará aquela zona, junto ao rio Ferreira. Afiançou que o novo posto da GNR estará pronto antes do final do mandato, até porque o empreiteiro está obrigado a concluir a obra até ao final do presente ano.
Ainda sobre a questão do rio, o presidente da Junta informou que há orçamentos elaborados para prolongar a conduta da ETAR da Arreigada. O objectivo é colocar uma conduta da Levada do Souto, onde actualmente termina a que provém da ETAR, até à Mini-Hídrica de Penhas-Altas, de forma a salvaguardar da poluição grande parte do percurso do rio, em Lordelo. Contudo, não adiantou qualquer prazo para o começo da obra.

Relativamente à toponímia, foram aprovadas os nomes das seguintes ruas:
- Rua do Serrador (acesso à ponte do Serrador, na Levadinha);
- Calçada de S. José (junto à rua e capela de S. José);
- Rua Ilídio Ferreira (acesso à fábrica “Disarte).

Nesta sessão foi ainda aprovada, por unanimidade, a inscrição da Junta de Freguesia na ANAFRE – Associação Nacional de Freguesias.

sábado, 23 de junho de 2012

Sessão da Assembleia de Freguesia de Lordelo

25 Junho, 21h, 
na sede da Junta de Freguesia de Lordelo


Ordem de trabalhos:
1. Período antes da ordem do dia;
2. Votação e aprovação da acta da sessão anterior;
3. Toponímia;
4. Inscrição na ANAFRE;
5. Relatório de actividades do 3º trimestre;
6. Período de trinta minutos para intervenção do público.

domingo, 10 de junho de 2012

Manif CGTP: Milhares desfilaram no Porto



Debaixo de chuva, ontem, muitos milhares de trabalhadores do norte, respondendo ao apelo da CGTP, disseram, na rua, não à politica de exploração e empobrecimento. A manifestação, que contou com uma delegação do PCP, foi mais uma resposta que os trabalhadores portugueses não vão aceitar o retrocesso social e civilizacional imposto pelo Pacto de Agressão.

sexta-feira, 8 de junho de 2012

DREN quer impedir criação de turmas do 10.ano em Lordelo e Rebordosa

A Direcção Regional de Educação do Norte (DREN) quer impedir que sejam criadas, já no próximo ano, novas turmas do 10º ano de escolaridade em Rebordosa e Lordelo. Caso a proposta da DREN seja implantada, os alunos de Rebordosa terão de frequentar o ensino secundário em Baltar e os de Lordelo em Vilela.