BLOGUE DA ORGANIZAÇÃO DA FREGUESIA DE LORDELO DO PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS

terça-feira, 2 de abril de 2013

Miguel Correia é o candidato da CDU à presidência da Junta de Freguesia de Lordelo

A Comissão de Freguesia de Lordelo do Partido Comunista Português vem por este meio informar que, por decisão unânime e com o apoio dos órgãos superiores do Partido, o candidato da CDU – Coligação Democrática Unitária à presidência da Junta de Freguesia de Lordelo (Paredes) nas próximas eleições autárquicas é Miguel Correia, professor e actual deputado da CDU na Assembleia de Freguesia de Lordelo.
No futuro próximo serão apresentados o programa eleitoral e a lista completa dos candidatos da CDU/Lordelo.


A Comissão de Freguesia de Lordelo do PCP
02 de Abril de 2013



Perfil do candidato:

37 anos. Professor. Casado e pai de 2 filhos.
Licenciado em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Pós-graduado em Bioética pela Faculdade de Filosofia da Universidade Católica de Braga. Mestre em Filosofia da Educação e Direitos Humanos pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Frequenta a Pós-graduação em Educação Especial – Ramo Cognitivo e Motor na Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti.

Deputado da CDU na Assembleia de Freguesia de Lordelo. Responsável pela Comissão de Freguesia de Lordelo do PCP. Membro da Comissão Concelhia de Paredes do PCP.
Trabalhou durante vários anos como marceneiro ao mesmo tempo que completava o 12.º ano no Ensino Nocturno. Foi operador de loja; assistente administrativo no Agrupamento Vertical das Escolas de Lordelo e empresário de mobiliário.

Como docente, entre outras disciplinas, leccionou Filosofia e Psicologia no Ensino Secundário, Área de Integração e Mundo Actual no Ensino Profissional e Ética e Bioética no Ensino Superior. No seu currículo constam a publicação de vários artigos científicos e uma Menção Honrosa atribuída pela Escola Superior de Enfermagem de Vila Real.
É o criador e director d’ A FARPA - boletim político, social e cultural.

Organizou várias conferências-debate sobre temas de interesse público, tais como: o trabalho, o jornalismo, a saúde ou a habitação.
Denunciou publicamente o possível encerramento do CTIMM – Centro Tecnológico das Indústrias da Madeira e do Mobiliário, que se consumou em finais de Julho de 2004, depois de ter reunido com os representantes dos trabalhadores.

Foi um dos criadores da associação ambiental Moinho, tendo sido um dos organizadores das primeiras acções de limpeza das margens do rio Ferreira. Denunciou junto do Ministério do Ambiente as descargas poluentes efectuadas pela ETAR de Arreigada, a jusante da Levada do Souto. É um dos principais rostos da luta pela despoluição do rio Ferreira, tendo sido autor de diversos artigos, requerimentos e denúncias sobre este tema. A este propósito, confrontou Pedro Pinto, presidente da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, na sessão da Assembleia Municipal de Paços de Ferreira, realizada em 27 de Setembro de 2011.
Na qualidade de dirigente associativo dinamizou e participou em diversas iniciativas. Em 10 de Março 2010 foi palestrante na conferência “Ambiente e Sustentabilidade” no Centro de Formação Profissional das Indústrias de Madeira e Mobiliário.
 
Participou na criação do MUSS – Movimento dos Utentes dos Serviços de Saúde e é um dos criadores do Movimento dos Utentes de Saúde de Lordelo e Rebordosa. Nesta qualidade reuniu com os representantes do Agrupamento dos Centros de Saúde Tâmega II – Vale do Sousa Sul no dia 25 de Março 2010. Estas e outras iniciativas levaram à criação da Unidade de Saúde Familiar, em Lordelo.  
É membro da Comissão de Utentes Contra as Portagens na A41/A42, tendo sido um dos dinamizadores de Buzinões e Marchas Lentas em prol da não introdução de portagens nas ex-SCUT.
É autor de diversos artigos de opinião publicados em jornais regionais. Actualmente escreve no jornal Imediato.

 

Sem comentários:

Enviar um comentário